Hipoteca sobre o meu imóvel. O que significa?

''É inegável que os imóveis, apesar de sujeitos a uma certa volatilidade no que respeita ao preço, estão associados a uma tendencial valorização pelo mero decurso do tempo. Essa circunstância faz das garantias hipotecárias ou imobiliárias as mais sólidas e aliciantes.''
hipoteca

A constituição de uma hipoteca voluntária é muito comum no âmbito das transações imobiliárias em que se verifica a necessidade de recurso ao crédito habitação (ou hipotecário). Ao contrário do que possa pensar esta garantia é utilizada com muito mais frequência do que a fiança.

No entanto, a maioria das pessoas não tem uma perceção clara do significado e dos efeitos da constituição de uma hipoteca. Muitas vezes, confundem-na com o conceito de penhora, que apesar de poder estar relacionada, tem efeitos completamente diferentes.

Neste artigo queremos desmistificar o significado deste conceito, explicar-lhe a razão pela qual pode ter o seu imóvel hipotecado e quais são as consequências práticas que pode esperar.

1. O que é uma Hipoteca?

A hipoteca sobre um bem imóvel não é mais do que uma garantia prestada por um devedor como forma de assegurar o cumprimento de uma obrigação, por exemplo o reembolso de um empréstimo bancário.

Caso o devedor não cumpra a obrigação a que está vinculado, o credor (banco) com base na hipoteca constituída a seu favor, poderá ser ressarcido das quantias em dívida através do produto da venda do imóvel hipotecado.

Este mecanismo não é utilizado exclusivamente pelas entidades bancárias, embora sejam as suas ‘’utilizadoras’’ mais fiéis. Mas, na verdade, qualquer particular ou empresa pode recorrer à hipoteca voluntária para garantia do cumprimento de obrigações financeiras.

2. Porque é que o Banco exige uma hipoteca sobre o meu imóvel?

Dependendo do montante do financiamento e da natureza da operação, é muito natural que o banco a quem pede um empréstimo lhe faça esta exigência. Para o banco é importante não estar dependente apenas do seu património financeiro pelo que, valorizará qualquer garantia adicional que possa reduzir o risco na concessão do crédito.  

Naturalmente que se um banco lhe emprestar 150.000€ para a aquisição de um imóvel, tem a legítima expectativa de receber os mesmos 150.000€, acrescidos dos respetivos juros (embora limitados ao período de utilização do crédito). No entanto, devemos considerar que existe a possibilidade de o devedor deixar de ter capacidade financeira e património mobiliário suficientes para garantir a amortização total do empréstimo.

É inegável que os imóveis, apesar de sujeitos a uma certa volatilidade no que respeita ao preço, estão associados a uma tendencial valorização pelo mero decurso do tempo. Essa circunstância faz das garantias hipotecárias ou imobiliárias as mais sólidas e aliciantes.

3.O que acontece se deixar de pagar a prestação?

Se não liquidar a prestação associada a crédito na data estipulada, entra em situação de mora (atraso no cumprimento). Nesse caso, o banco tem legitimidade para lhe cobrar juros de mora e a comissão de recuperação dos valores em dívida, para além das prestações em atraso.

Caso o incumprimento se mantenha por um período suficientemente longo, as vias judiciais serão acionadas pelo banco no sentido de recuperar o valor em dívida.

As possibilidades podem passar, nomeadamente, pela penhora do imóvel que deu de garantia e sobre o qual se encontrará (quase de certeza) registada uma hipoteca voluntária a favor da entidade bancária que lhe concedeu o empréstimo.

Posteriormente, o imóvel pode ser vendido pela via judicial e o produto da venda desse mesmo imóvel servirá para amortizar o remanescente da dívida.

4. Como extinguir uma hipoteca?

A hipoteca voluntária extingue-se com a liquidação total do crédito. Já que foi constituída com o objetivo de ser uma garantia adicional no cumprimento das suas obrigações financeiras, deixa de fazer sentido a sua manutenção quando já liquidou integralmente a sua dívida.

Esta liquidação pode ocorrer através do pagamento sucessivo das várias prestações até ao final do prazo previsto para a liquidação do empréstimo. No entanto, pode também ocorrer antes do prazo previsto, por exemplo, se decidir vender o imóvel enquanto ainda tem o crédito em curso. Neste último caso, poderá liquidar o empréstimo com a totalidade ou parte do valor da venda.

Em qualquer um destes casos, deve solicitar ao banco o chamado distrate de hipoteca, que lhe permitirá cancelar o registo da hipoteca voluntária junto da Conservatória do Registo Predial, cancelando-se assim a hipoteca voluntária registada a favor do banco.

Banco de Portugal: Garantias | Portal do Cliente Bancario (bportugal.pt)

Picture of Por Catarina S. Gonçalves, Gestora de Crédito

Por Catarina S. Gonçalves, Gestora de Crédito

Coloque as suas Dúvidas

Fale com um especialista

Picture of Catarina Gonçalves

Catarina Gonçalves

Especialista em Crédito Habitação

Outros artigos

bonificado

Crédito Habitação Bonificado a Pessoas com Deficiência

” O Crédito Habitação Bonificado a pessoa com deficiência é uma linha de crédito sujeita a um regime especial, que determina a atribuição de condições mais vantajosas a pessoas que demonstrem ter uma incapacidade superior a 60%. Ao abrigo deste regime, os portadores de deficiência têm a possibilidade de contratar uma taxa de juro bonificada, desde que cumpridos determinados requisitos. ”

amortizaçao

Investir ou optar pela Amortização do Crédito Habitação?

”Não há nenhum especialista em finanças pessoais que negue a importância de reduzirmos o nosso nível de endividamento. É inegável que um menor nível de endividamento significa uma melhor saúde financeira. Mas será que sempre que tem capital disponível deve ter como prioridade a amortização de um crédito, nomeadamente, o crédito habitação?”

simplex

Simplex Urbanístico: Uma via verde ao licenciamento?

” … o Simplex Urbanístico é composto por um conjunto de 26 medidas que pretendem simplificar, modernizar e inovar os serviços administrativos do Estado. Logo, com as alterações nas regras do licenciamento de obras e na reclassificação dos solos, os custos com vários processos irão sofrer alterações e ficar tendencialmente mais baixos, o que se pode afigurar como uma ajuda no acesso à habitação … ”

intermediário de crédito

Acesso à Atividade de Intermediário de Crédito (Vinculado)

”Estes profissionais atuam como mediadores das relações que se estabelecem entre particulares e instituições de crédito. Por se tratar de uma atividade com elevado grau de complexidade e de enorme responsabilidade, o exercício da atividade de Intermediário de Crédito só é permitida aos profissionais que demonstrem o cumprimento de várias exigências legais.”

crédito hipotecário

Crédito Hipotecário: O que é e para que serve?

”As operações de crédito hipotecário tem um enorme potencial e podem servir as mais diversas finalidades. (…) Pode sempre contar com prazos mais alargados e taxas de juro mais baixas, face ao crédito ao consumo.”

férias

Contrato de Trabalho a tempo Parcial: Regime de férias

” … o direito a férias é um direito irrenunciável, e como tal, não pode ser substituído por qualquer compensação económica ou outra, salvo nos casos previstos na lei (…) Assim, se possui um contrato a tempo parcial deverá ter atenção ao presente artigo.”

intermediário

Contratar um Intermediário de Crédito? Gratuitamente?

”Pode acreditar que, para além dos próprios bancos, não há entidade nenhuma que conheça tão bem a oferta das várias instituições bancárias, como os intermediários de crédito parceiros. As relações de parceria que os Intermediários estabelecem com as várias instituições de crédito, permite-lhes ter acesso privilegiado a informação atualizada em relação aos detalhes específicos de cada produto de crédito.”

despedimento

Despedimento por Justa Causa: por facto imputável ao trabalhador

”O despedimento de um trabalhador é sempre uma decisão difícil. Seja por resolução do próprio ou por iniciativa do empregador.
Não basta que o trabalhador não cumpra as ordens emanadas pelo empregador, ou que tenha infringido alguma norma laboral.
Tem sim, que existir razões estipuladas no Código do Trabalho, que justifiquem a dispensa de um colaborador. ”

WOOK - www.wook.pt

Precisa de ajuda?

Preencha os seus dados e consulte o seu e-mail.

0%
Nome (primeiro e último) *
Telemóvel *
Email *
10%
Em que podemos ajudar?
Algum dos créditos é um crédito habitação?
Algum dos créditos é um crédito habitação?
30%
Quem vai pedir o empréstimo? *
90%
É efetivo?
Tem créditos?
Indique o valor das suas prestações mensais:
Crédito 1:
Crédito 2:
Crédito 3:
Crédito 4:
Tem incumprimentos no Banco de Portugal?
1º Proponente
É efetivo?
Tem outros créditos?
Indique o valor das Suas prestações mensais:
Crédito 1:
Crédito 2:
Crédito 3:
Crédito 4:
Tem incumprimentos no Banco de Portugal?
2º Proponente
É efetivo?
Tem outros créditos?
Indique o valor das Suas prestações mensais:
Crédito 1:
Crédito 2:
Crédito 3:
Crédito 4:
Tem incumprimentos no Banco de Portugal?

Precisa de ajuda?

Preencha os seus dados e receba um contacto por parte da nossa equipa:

Nome *
Telemóvel *
Email *

Subscreva a nossa Newsletter

Preencha os seus dados abaixo:

Nome (primeiro e último) *
Telemóvel *
Email *
Olá! Podemos ajudar?