Para que serve o Seguro de Vida do Crédito Habitação?

A subscrição de um seguro de vida não é uma imposição legal, é uma exigência das entidades bancárias. Mas porque razão é que a banca impõe a subscrição de um seguro de vida aos proponentes do crédito?
seguro

Se tem um crédito habitação saberá certamente que o banco lhe exigiu a subscrição de dois seguros: o seguro de vida e o seguro multirriscos (do imóvel).

Na verdade, legalmente não é obrigatório contratar e manter estes seguros  válidos quando se compra casa ou quando se pede um empréstimo. No entanto, em princípio, nenhum banco vai aceitar financiá-lo se se recusar a subscrevê-los no momento da contratação do crédito.

Neste artigo vamos referir-nos em particular ao seguro de vida associado ao crédito habitação. Qual é a sua razão de ser? É um produto que protege o banco ou o cliente bancário? Que coberturas existem?

Queremos responder-lhe a estas e a outras perguntas, porque quase podemos apostar que não sabe exatamente qual é a razão de ter um seguro de vida e que vantagem tem com isso.

 

Subscrever um Seguro de Vida. Porquê?

Conforme já referimos, a subscrição de um seguro de vida não é uma imposição legal, é uma exigência das entidades bancárias. Mas porque razão é que a banca impõe a subscrição de um seguro de vida aos proponentes do crédito?

Naturalmente que quando pedimos um empréstimo ao banco temos a expectativa de ter a capacidade para o amortizar dentro dos prazos previstos.

Mas lembre-se que o banco precisa de mais do que meras expectativas, precisa de máxima segurança. E o seguro de vida não é mais do que uma garantia adicional de que o banco vai ser ressarcido do capital que emprestou, mesmo em situações em que o cliente bancário não pode garantir o pagamento das prestações e a amortização integral do capital em dívida com recurso a capitais próprios.

Se acontecer uma fatalidade que determine a morte do devedor (cliente bancário), qual é a probabilidade de ter na conta bancária o valor suficiente para amortizar o Crédito Habitação?

Absolutamente improvável, certo? E o Banco sabe disso.

Se o devedor tiver um acidente grave que o impeça de exercer uma atividade profissional, qual é a probabilidade de continuar a manter o seu nível de rendimento mensal e ter liquidez suficiente para amortizar o seu Crédito Habitação?

É igualmente improvável. E o banco também sabe disso.  

É precisamente nestas circunstâncias que um Seguro de Vida é absolutamente relevante. Uma vez que em caso de morte ou incapacidade do titular do empréstimo, a seguradora garante a liquidação do capital em dívida do crédito habitação.

 

A Seguradora liquida sempre a Totalidade do empréstimo em caso de Morte ou Incapacidade?

A seguradora pode ou não liquidar o empréstimo na totalidade. Tudo vai depender das coberturas associadas à sua apólice. É muito importante  que esteja consciente das coberturas que está a subscrever quando contrata o seguro.

Há uma situação a que deve estar especialmente atento. Se houver mais do que um interveniente no crédito, o ideal é que a apólice do seguro de vida de cada um dos proponentes garanta o pagamento da totalidade do capital em dívida, e não apenas de uma parte.

Isto significa que, por exemplo, se um dos proponentes falecer a seguradora vai liquidar a totalidade do crédito ( e não apenas a metade correspondente). O que acontece muitas vezes, é que são apresentadas propostas de seguro, que asseguram o pagamento de apenas 50% do capital em dívida por proponente. Na maioria dos casos, não passa de uma estratégia utilizada por bancos e seguradoras para apresentar um prémio (aparentemente) mais apelativo aos clientes.

Esta solução presume que, em caso de sinistro, a seguradora só vai liquidar metade do capital em dívida. Por isso lembre-se:  o ideal é que a apólice do seguro de vida de cada um dos proponentes garanta o pagamento de 100% do capital em dívida por proponente.

Para além deste alerta importante, também queremos recordar que em relação às situações de incapacidade existem vários níveis de cobertura a considerar.  Eventualmente, o proponente do crédito pode ser titular de um atestado multiusos que ateste um determinado nível de incapacidade que não está coberto pela apólice que subscreveu e, em consequência, a seguradora não procede à amortização do capital.

Normalmente a exigência dos bancos resume-se a coberturas que assegurem sinistros que causem a morte ou incapacidade absoluta e definitiva. Este tipo de incapacidade verifica-se quando a pessoa fica total e definitivamente impossibilitada para o exercício de qualquer profissão e dependente da assistência permanente de terceiros ( é o equivalente a um grau de incapacidade de 80%). Caso o grau de incapacidade seja inferior a seguradora não assume a responsabilidade pela amortização do capital, salvo se optar por coberturas mais abrangentes.

 

Existem outras Coberturas?

Sim, tem a possibilidade de optar por um nível de cobertura mais abrangente que garanta a liquidação total do empréstimo observando-se um menor nível de incapacidade.

A cobertura mais abrangente é designada por ITP60%. Nestas  situações  a apólice cobre sinistros que determinem uma situação de invalidez total e permanente da pessoa segura.

E, nesse caso, a apólice pode ser acionada quando a pessoa não pode desempenhar a sua atividade profissional ou outra atividade remunerada, mesmo que não esteja numa situação de dependência de terceiros para a realização das tarefas básicas do dia-a-dia.

Ou seja, não precisa de ter um grau de incapacidade tão severo para estar em condições de exigir à seguradora a liquidação do capital em dívida.

Por fim, é importante mencionar que embora seja comum essa exigência por parte dos bancos, não é obrigatório adquirir o seguro de vida na mesma instituição onde é feito o empréstimo. O mutuário pode comparar diferentes opções de seguros de vida oferecidos por diferentes companhias para encontrar a melhor oferta em termos de custos e coberturas, desde que cumpra com os requisitos mínimos exigidos pelo banco para a subscrição do seguro associado ao crédito habitação.

Assim, podemos concluir que o seguro de vida não é um produto que visa proteger apenas os interesses do banco, mas também dos intervenientes no crédito.

Outros Recursos: Apólice de Seguro | Todos Contam

Picture of Por Catarina S. Gonçalves, Gestora de Crédito

Por Catarina S. Gonçalves, Gestora de Crédito

Coloque as suas Dúvidas

Outros artigos

experimental

O Regime Jurídico do Período Experimental

”O período experimental ou também designado período de prova, corresponde ao tempo inicial de execução do contrato de trabalho, durante o qual as partes apreciam o interesse na sua manutenção. Ou seja, é um período de prova em que ambas as partes se avaliam e avaliam as suas expectativas relativamente àquela nova relação contratual.”

bonificado

Crédito Habitação Bonificado a Pessoas com Deficiência

” O Crédito Habitação Bonificado a pessoa com deficiência é uma linha de crédito sujeita a um regime especial, que determina a atribuição de condições mais vantajosas a pessoas que demonstrem ter uma incapacidade superior a 60%. Ao abrigo deste regime, os portadores de deficiência têm a possibilidade de contratar uma taxa de juro bonificada, desde que cumpridos determinados requisitos. ”

amortizaçao

Investir ou optar pela Amortização do Crédito Habitação?

”Não há nenhum especialista em finanças pessoais que negue a importância de reduzirmos o nosso nível de endividamento. É inegável que um menor nível de endividamento significa uma melhor saúde financeira. Mas será que sempre que tem capital disponível deve ter como prioridade a amortização de um crédito, nomeadamente, o crédito habitação?”

simplex

Simplex Urbanístico: Uma via verde ao licenciamento?

” … o Simplex Urbanístico é composto por um conjunto de 26 medidas que pretendem simplificar, modernizar e inovar os serviços administrativos do Estado. Logo, com as alterações nas regras do licenciamento de obras e na reclassificação dos solos, os custos com vários processos irão sofrer alterações e ficar tendencialmente mais baixos, o que se pode afigurar como uma ajuda no acesso à habitação … ”

intermediário de crédito

Acesso à Atividade de Intermediário de Crédito (Vinculado)

”Estes profissionais atuam como mediadores das relações que se estabelecem entre particulares e instituições de crédito. Por se tratar de uma atividade com elevado grau de complexidade e de enorme responsabilidade, o exercício da atividade de Intermediário de Crédito só é permitida aos profissionais que demonstrem o cumprimento de várias exigências legais.”

crédito hipotecário

Crédito Hipotecário: O que é e para que serve?

”As operações de crédito hipotecário tem um enorme potencial e podem servir as mais diversas finalidades. (…) Pode sempre contar com prazos mais alargados e taxas de juro mais baixas, face ao crédito ao consumo.”

férias

Contrato de Trabalho a tempo Parcial: Regime de férias

” … o direito a férias é um direito irrenunciável, e como tal, não pode ser substituído por qualquer compensação económica ou outra, salvo nos casos previstos na lei (…) Assim, se possui um contrato a tempo parcial deverá ter atenção ao presente artigo.”

WOOK - www.wook.pt

Precisa de ajuda?

Preencha os seus dados e consulte o seu e-mail.

0%
Nome (primeiro e último) *
Telemóvel *
Email *
10%
Em que podemos ajudar?
Algum dos créditos é um crédito habitação?
Algum dos créditos é um crédito habitação?
30%
Quem vai pedir o empréstimo? *
90%
É efetivo?
Tem créditos?
Indique o valor das suas prestações mensais:
Crédito 1:
Crédito 2:
Crédito 3:
Crédito 4:
Tem incumprimentos no Banco de Portugal?
1º Proponente
É efetivo?
Tem outros créditos?
Indique o valor das Suas prestações mensais:
Crédito 1:
Crédito 2:
Crédito 3:
Crédito 4:
Tem incumprimentos no Banco de Portugal?
2º Proponente
É efetivo?
Tem outros créditos?
Indique o valor das Suas prestações mensais:
Crédito 1:
Crédito 2:
Crédito 3:
Crédito 4:
Tem incumprimentos no Banco de Portugal?

Precisa de ajuda?

Preencha os seus dados e receba um contacto por parte da nossa equipa:

Nome *
Telemóvel *
Email *

Seguro Vida (Habitação)

Responda a todas estas questões e consulte o seu e-mail.

Nome (primeiro e último) *
Telemóvel *
Email *

Subscreva a nossa Newsletter

Preencha os seus dados abaixo:

Nome (primeiro e último) *
Telemóvel *
Email *
Olá! Podemos ajudar?